Páginas

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Petkovic diz que Vitória foi "assaltado" pela arbitragem e promete acionar a CBF.

O revés por 4 a 2 sofrido diante do Palmeiras, neste domingo (16), no Allianz Parque, foi minimizado no vestiário do Vitória. Para a direção, representada pelo gestor de futebol Petkovic, o resultado passou diretamente pela arbitragem, comandada por Bruno Arleu de Araújo. De acordo com o dirigente, a CBF será acionada. 

A principal queixa do sérvio é o pênalti marcado contra sua equipe e outro sofrido por Patric, que não foi anotado. “Foi um assalto ao Banco Central. Um crime o pênalti que o juiz deu para o Palmeiras. Não é a primeira vez que somos prejudicados. Temos que rever essa situação. Infelizmente o árbitro prejudicou. No segundo tempo tivemos chances claras. 

A primeira com Neilton e depois com Wallace na trave. Teve o pênalti em cima de Patric e aí dizem que ele não caiu... O juiz tem obrigação de dar a falta, pois quando cai dizem que é cera e punem o jogador. Foi um assalto ao Banco Central que fizeram com a gente (...) 

A gente vai entrar com uma representação na CBF. São 14 rodadas e já fomos prejudicados em mais de quatro”, disse o cartola, em entrevista à Rádio Transamérica FM. O Vitória tem 12 pontos e ocupa a penúltima posição no Campeonato Brasileiro. O próximo duelo é diante do Grêmio, quarta-feira (19), às 19h30, no Barradão. Foto:Glauber Guerra/BN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário