Páginas

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

'Ladra gata' diz que ' a imprensa criou um mito' com sua beleza.

Conhecida como Musa do Test Drive e Ladra Gata nas manchetes dos jornais, a bacharel em Direito, Fabiana Sporh Godk, de 27 anos, nega ter cometido qualquer dos crimes dos quais foi acusada. "A imprensa criou um mito baseado em minha beleza e muitos querem aproveitar esta fama para me imputar crimes. Meu nome gera manchetes. Não sou eu esse monstro que divulgam", disse ela em entrevista ao UOL, na delegacia de Apucarana, no Paraná. 

Fabiana ficou conhecida por roubar um carro após fazer test drive, mas também já cumpria em regime semi-aberto a pena por estelionato e posse ilegal de armas. "Me formei no ano passado com dinheiro obtido através da venda de tapetes e financiei o curso de Direito pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Há um grande equívoco nos crimes que me acusam. Estava estudando para conseguir a aprovação na OAB e não cometi nenhum delito. Quero apenas cuidar dos meus filhos agora. 

Isso tudo é um grande equívoco", declarou. O delegado responsável pela última prisão de Fabiana disse que ela reúne características frequentes de grandes estelionatários. "Sabe conversar, inventa situações, demonstra tranquilidade e, além disso, por causa do curso, tem noções do Código Penal. É um perigo. Surpreende não ter prisão preventiva decretada ainda", disse ele.

Jovem é assassinado às margens do Rio de Contas - Em Jequié.


Bruno Santos Alves, morador da Rua Manoel Domingos, na comunidade da Pedreira, foi executado com 4 tiros. O crime foi na manhã desta quarta feira, nas imediações da Rua Mascote, Centro Industrial de Jequié, as margens do Rio das Contas. Um dos disparos acertou o tanque de fibras que fica na Associação de Futebol do bairro, o autor dos tiros está foragido e segundo a PM, Bruno tinha envolvimento com o mundo do crime.Foto/Fonte:BJM

Coelba orienta como economizar energia com os pisca-pisca de Natal.

As luzes do Natal começam a tomar conta das residências e comércio das cidades. Artigos de iluminação para fachadas de imóveis e ambientes internos são um dos adornos mais procurados e comercializados nesta época do ano. Sejam novos ou reaproveitados de anos anteriores, os tradicionais piscas-piscas requerem atenção especial. Para prevenir acidentes, a Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, sugere importantes cuidados ao adquirir, instalar e manusear a decoração luminosa.

Os cuidados começam já na escolha dos produtos. Os adornos devem ser de boa qualidade e, obrigatoriamente, certificados pelo Inmetro. As embalagens dos pisca-piscas devem conter informações como potência, tensão de alimentação e instruções de uso. No caso das árvores de Natal, é importante procurar pela etiqueta “Resistente ao Fogo”. Essa medida preventiva pode evitar um incêndio, na eventualidade de um curto-circuito.
No caso dos enfeites luminosos, a informação sobre a potência do produto, dada em watts (W) e contida na embalagem, merece atenção, pois quanto maior a potência, maior será o consumo de energia. Um conjunto padrão de 100 micro-lâmpadas, com 50 W de potência, consome 16,5 kWh/mês, se ligado por 11 horas diárias. Neste caso, a dica é reduzir o tempo de uso. Se forem ligadas por 5 horas, das 19h à meia-noite, o consumo dessas lâmpadas cai para 7,5 kWh/mês. 

Outra opção de economia é dar preferência às lâmpadas de LED, que são mais eficientes, brilhantes e com maior durabilidade que as convencionais. O hábito consciente de consumo evita desperdícios e proporciona economia na conta de energia.

Militar acorda do coma e se choca ao saber que é acusado de matar filho autista.

Foto: Reprodução Facebook


O subtenente do Exército Brasileiro, Francilewdo Bezerra, foi informado na segunda-feira (24) de que o filho autista morreu envenenado por chumbinho. O militar acordou do coma induzido na semana passada e, aos poucos, está voltando ao seu estado consciente, mas acabou sofrendo piora em seu estado de saúde.

De acordo com o advogado Walmir Medeiros, que representa o subtenente, “ele lembra de pouquíssima coisa”, mas ficou surpreso ao saber do crime e da acusação da esposa Cristiane Renata Coelho, em depoimento. “Toda a equipe médica disse que ele perguntava pela mulher e pelos filhos, sem saber o motivo de não receber visita deles. Quando deram a notícia, piorou o quadro de saúde, passou a ter febre. A médica pediu para conversar o mínimo possível. A febre mostra que ele assimilou e foi afetado”, explicou ao Tribuna do Ceará.

                                                           Foto: Reprodução Facebook

Com a revelação dos fatos, o subtenente teve alteração no quadro de saúde e não recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital Geral do Exército, que ocorreria na segunda-feira (24). 

Francilewdo é acusado de ter cometido o crime que resultou na morte do filho. Ele está internado há mais de 10 dias, por ter usado o mesmo agrotóxico proibido ingerido pelo garoto de 9 anos. “Ele pensava que estava internado por outro problema, não imaginou que tivesse sido envenenado, e está tentando lembrar do que aconteceu”, conta Walmir.

O militar possui poucas lembranças do dia do crime, ocorrido na residência da família, no Conjunto Napoleão Viana, no Bairro Dias Macedo, em Fortaleza. Segundo o advogado, o subtenente lembra de ter ido ao supermercado e que estava tudo bem. “É o que as imagens da câmera do mercado mostram. Ele tem a impressão de que, depois disso, foi pedido comida em algum lugar, não lembra se foi ele ou a esposa que pediu, e jantou. Coisa de rotina. Imagino que aí seja um dos pontos importantes para elucidar a questão”, acrescenta o advogado.

Para o advogado, faltam argumentos para manter o militar preso. Francilewdo foi autuado por homicídio, lesão corporal e violência doméstica na Lei Maria da Penha. A defesa pedirá relaxamento da prisão em flagrante do subtenente.

Leia Mais: 


Bandidos explodem caixa eletrônico do Bradesco - Em Rafael Jambeiro.

Fotos: Messias Teles Tv Aratu- Feira de Santana

Mais um ataque a banco foi registrado no interior da Bahia na madrugada desta quarta-feira em Rafael Jambeiro, distríto de Feira de Santana, a 217 km da capital baiana.

De acordo com informações da equipe de reportagem da Tv Aratu em Feira de Santana, por volta das 3h30min, dois homens colocaram explosivos em um terminal de auto atendimento do Banco Bradesco e destruíram parte do equipamento. A explosão não chegou a destruir o cofre do caixa e nenhuma quantia foi levada. Eles fugiram de moto em direção ao Povoado do Maracanã.

Policiais do Grupo Avançado de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras (Garcif), estão em busca de pistas dos assaltantes. 


Campanha de combate ao câncer de pele faz mutirão em Salvador e Interior.

Foto: Ilustrativa

Salvador e mais quatro cidades terão atendimento gratuito à população no dia 29 deste mês.
A Bahia fará parte de um verdadeiro mutirão nacional de combate ao câncer de pele. Há 15 anos, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) elege o último sábado do mês de novembro para realizar uma grande mobilização voltada à conscientização dos riscos do câncer de pele, o mais comum do país. Neste ano, 4 mil médicos voluntários tem previsão atender 35 mil pacientes em 136 postos distribuídos pelo Brasil.

No dia 29, o atendimento acontecerá em hospitais públicos credenciados, postos de saúde e em tendas montadas em áreas de grande circulação. Ao longo da campanha, mais de 360 mil pessoas já foram atendidas. 

Na Bahia, cinco cidades vão participar do Dia Nacional de Combate ao Câncer de Pele. São cerca de 200 profissionais envolvidos, entre médicos e auxiliares. Além de Salvador, Alagoinhas, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Ilhéus terão ações específicas.

A presidente da SBD-BA, Ariene Paixão, acredita que o número de atendimentos seja 40% maior do que no ano passado. “Esperamos atender mais de mil pacientes em todo o estado. É uma iniciativa muito importante, para alertar, orientar e diagnosticar a população. Cerca de 10% do público que passou pelos consultórios ao longo desses anos da campanha tiveram suspeita de câncer de pele”, detalha.

Atendimento
Em todo o estado, os atendimentos acontecerão das 9h às 13h, no dia 29 de novembro. Na capital, a iniciativa acontece no CICAN (Centro Estadual de Oncologia) e no Hospital Aristides Maltez. Em Alagoinhas, no SEMEL (Serviço Médico Especializado), Feira de Santana na Secretaria Municipal de Saúde, em Ilhéus na Clínica AMO (Assistência Multidisciplinar em Oncologia), que fica na Avenida Soares Lopes e em Vitória da Conquista no Centro Educacional Thompson.

Serviço:
O que: Dia Nacional de Combate ao Câncer de Pele
Onde: Salvador, Alagoinhas, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Ilhéus
Quando: 29/11/2014
Horário: 9h às 13h


Criança acha arma semiautomática em sofá e mata a mãe com tiro acidental - Nos EUA.

                                                         Foto: The Mirror / Reprodução

Christa Engles de 26 anos levou um tiro na cabeça disparado pelo seu filho de 3 anos que encontrou a arma semiautomática no sofá de casa e estaria brincando. O fato ocorreu ontem (25) na cidade de Tulsa, estado de Oklahoma, nos Estados Unidos. Segundo a polícia da cidade, Christa estaria trocando a fralda da filha recém-nascida, quando foi atingida.
O marido da vítima é caminhoneiro e estava na estrada quando tudo aconteceu. Ao retornar para casa, teve a confirmação de que a mulher estava morta no hospital. Policiais revistaram a residência do casal e disseram que havia muitas armadas espalhadas pelos cômodos. As informações são do The Mirror.


Clima de Kaká e Carol Celico é de guerra, diz colunista.

                                                            Foto: Reprodução/Internet

Parece que a separação entre o jogador Kaká e Carol Celico está sendo turbulenta. Mesmo após anunciar oficialmente a separação no início deste mês, o casal ainda divide o mesmo teto e malmente estão se falando.

Segundo a colunista Fabíola Reipert, o clima é de brigas por conta da divisão de bens. Eles estiveram casados por quase nove anos e são pais de Luca, 6 anos, e Isabella, 3 anos.

No início de 2015 o jogador, que atualmente defende o São Paulo, deve embarcar para os Estados Unidos, quando deve começar a atuar pelo Orlando Sity Soccer. A transferência deve afastar a família de vez, já que Carol deve permanecer no Brasil com os filhos. 


Mulheres assumirão pelo menos 50% das cadeiras do Legislativo.

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Um projeto aprovado nesta quarta-feira (26) pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) busca corrigir a subrepresentação feminina nas Casas Legislativas do país, reservando um percentual mínimo de 50% das cadeiras para preenchimento por mulheres. O PLS 295/2011- Complementar, da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), alcança a Câmara dos Deputados, as assembleias estaduais, a Câmara Distrital do Distrito Federal e as câmaras de vereadores.

Para corrigir a desigualdade entres os sexos na representação parlamentar, hoje a legislação define uma reserva mínima de 30% para candidaturas femininas. A medida já vem sendo aplicada aos partidos há quase 20 anos, mas não trouxe os resultados esperados. As mulheres ainda ocupam menos de 10% dos assentos, embora representem mais de 52% do eleitorado nacional, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral.

Gleisi Hoffmann cita ainda que, numa escala decrescente de participação feminina em câmaras de deputados, em 2011 o Brasil ocupou a 108ª posição entre 188 países, conforme dados da instituição Inter-Parliamentary Union.

Relatório

A relatora, senadora Ângela Portela (PT-RR), opinou pela aprovação do projeto na forma de um texto substitutivo. Ela sugeriu o acréscimo da expressão “ao menos”, para evidenciar que a reserva será de pelo menos 50% das vagas. Além disso, simplificou as regras de arredondamento do cálculo, no caso de vaga fracionada. Em favor de mais uma vaga feminina, o valor da fração será sempre igualado a um inteiro.

A proposta passará pelo Plenário, para votação final. Se aprovada, seguirá para análise na Câmara dos Deputados.

Fonte: Agência Senado

Polícia apreende submetralhadora com traficante - Em Amargosa.

Foto: Diulgação
 
Investigadores da Delegacia Territorial (DT) de Amargosa apreenderam uma submetralhadora e cocaína, durante uma operação para cumprir mandados de prisão. Os policiais chegaram até um imóvel utilizado para armazenar drogas, segundo denúncias encaminhadas à DT, quando foram recebidos a tiros pelo traficante Adriano Conceição de Jesus, o “Boca de Mel”, de 22 anos.

Para despistar a polícia, ele escondeu-se em um matagal e esperou até a noite para sair, quando pretendia deixar a cidade em um ônibus intermunicipal. Adriano foi preso no interior do veículo. Segundo o delegado titular da DT/Amargosa, Adilson Bezerra, o traficante já responde a vários processos naquela cidade por roubo e tráfico de drogas e foi encaminhado ao Sistema Prisional. A operação aconteceu na segunda-feira (24), mas as informações só foram divulgadas nesta quarta (26).Aratu Online


Vereadora mostra calcinha em tribuna em protesto contra colega - Em Aracaju.

Foto: Acrisio Siqueira/Divulgação/Câmara dos Vereadores de Aracaju

A vereadora Lucimara Passos (PCdoB) usou a tribuna da Câmara de Aracaju, nessa terça-feira (25), para fazer um discurso inusitado de crítica ao colega Agamenon Sobral (PP), durante o qual o chamou de "criminoso" e o desafiou a lhe dar "uma surra".

Durante o discurso, a vereadora tirou uma calcinha do bolso, mostrou aos colegas e disse que estava sem a peça íntima em protesto contra o vereador Agamenon - que na semana passada teria chamado de vagabunda uma mulher que quis se casar sem calcinha e teria dito que ela merecia "uma surra".

"Hoje vim com um vestido mais curto. Também trouxe a minha calcinha no bolso. Alguém pode me chamar de vagabunda? Alguém pode dizer que tenho de ser surrada?", questionou, para silêncio da casa.

E questionou os parlamentares: "Os senhores não podem me julgar, nem julgar uma mulher pela roupa que ela veste, em função da calcinha que usa ou se não usa. Isso não define o meu caráter. Será que vão me dar uma surra quando eu descer daqui?".

A vereadora pediu punição ao colega que fez o pronunciamento. "Esse vereador já cometeu aqui vários crimes. Antes de chamar a mulher de vagabunda, dizer que merecia uma surra, disse que ia começar a andar armado, que a população tinha de se armar, que tinha de pendurar bandido de cabeça para baixo. E essa Casa não fez nada para puni-lo; tornou-se conivente com esse vereador; não disse a ele que ele não pode proceder dessa maneira", afirmou.

O discurso da vereadora fez alusão ao dia 25 de novembro, quando é celebrado o Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher. "Infelizmente, ainda nos deparamos com certo tipo de comportamento desprezível, abominável, que ainda enxerga a mulher como propriedade do homem. Esse é um dos maiores fatores da violência. Enquanto o homem não se libertar desse sentimento, as mulheres serão vítimas", disse.

Em entrevista a veículos de comunicações de Aracaju, o vereador disse que a vereadora estava querendo "aparecer" e pediu para ser investigado. "É direito do vereador contestar. Sobre a Comissão de Ética, quero que seja efetivada porque já cansei de provar várias vezes sobre tudo o que trato aqui. Não tenho medo. A vereadora pode vir para tribuna de calcinha ou sem, como quiser, o problema é dela."

Fonte: Portal UOL 


Comissão da Câmara aprova salário de R$ 35,9 mil para ministros do STF.

Foto: Agência Brasil
 
A proposta de aumento de quase 22% dos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do procurador-geral da República, a partir de janeiro de 2015, venceram mais uma etapa na Câmara e foram aprovadas nesta quarta-feira (26), pelo terceiro colegiado a analisar a matéria. Deputados da Comissão de Finanças e Tributação foram favoráveis aos projetos de lei (PL 7.917/14 e PL 7.918/14) que ampliam de R$ 29.462,25 para R$ 35.919,05 o valor recebido por esses cargos que são considerados teto salarial constitucional.

Pelo texto, o aumento considera a reposição das perdas da inflação de 2009 a 2013 e o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPC-A) projetado para este ano. Pelas contas apresentadas pelo STF, o reajuste significará um impacto de R$ 2,5 milhões para a Côrte e de mais de R$ 645 milhões para o Judiciário, já que reflete nos salários de juízes.

Para o Ministério Público, a estimativa é que o aumento gere um gasto excedente de R$ 226 milhões, considerando os salários do procurador-geral da República e de outros membros do MPU. A última etapa da proposta é no Senado. Mas, ainda na Câmara, os projetos de lei precisam do aval da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) e do plenário da Casa.

Fonte: Agência Brasil


Após declarações polêmicas de mãe de dançarino, Regina Casé se pronuncia.

Foto: Reprodução/Internet

A apresentadora Regina Casé divulgou, na tarde desta quarta-feira (26), um comunicado em sua página no Facebook sobre as declarações de Maria de Fátima da Silva, mãe do dançarino Douglas Rafael da Silva Pereira, o DG, que trabalhava no "Esquenta!. Ele foi morto em abril deste ano durante uma abordagem policial na comunidade Pavão-Pavãozinho, no Rio de Janeiro. 

Em seu relato, durante um debate do evento Sernegra, que discutia, na última quinta-feira (20), em Brasília, discriminação racial, a mãe do dançarino chegou a afirmar que a apresentadora é uma farsa, além de comentar o tratamento recebido durante a gravação do programa especial realizado pelo programa para DG.

"A mídia usou todo tempo a imagem do meu filho. 72h da morte dele, do enterro, houve um convite. Praticamente me arrancaram da minha casa me levando para a TV e limitaram o que eu devia falar, a senhora Regina Casé e a produtora do programa. A Regina é uma artista, uma mentirosa’’, contou Maria de Fátima.   

Na publicação, Regina alega que fez tudo que achava digno, além de comentar que a homenagem feita pela atração foi de coração. 

Pensei muito se deveria voltar a esse assunto ou não. Mas é que nos últimos dias fiquei triste e perplexa acompanhando a repercussão gerada pelas palavras e acusações, muitas delas cruéis e injustas, de Dona Maria de Fátima, mãe do DG.

No caso da morte do DG, fizemos tudo o que achávamos correto e digno. Quando fizemos um programa de despedida, foi de coração, recebemos todos os convidados desse dia com o mesmo cuidado de sempre. Talvez a única diferença tenha sido que a gente deu ainda mais atenção para Dona Maria de Fátima e sua família. Estávamos unidos no mesmo sentimento, pois a dor dela é a dor de muitas mães que convivem com a violência.

A minha história sempre foi de luta contra o preconceito, a desigualdade e as injustiças sociais, mas ela sempre foi também de respeito à transparência e à verdade. Por isso precisava dar essa satisfação a tanta gente (fãs, amigos e familiares) que tem estado ao meu lado o tempo todo.

Obrigada por todo carinho. Este apoio tem me incentivado muito. Não vamos desanimar, mesmo quando for preciso lidar com situações tão difíceis como esta.


Leia mais:



Publicada lei que garante detecção do câncer de próstata pelo SUS.

Foi publicada nesta quarta-feira (26), no Diário Oficial da União a Lei 13.045, que garante a detecção precoce do câncer de próstata pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Com a publicação, as unidades de saúde da rede pública são obrigadas a fazer exames de detecção precoce do câncer de próstata sempre que, a critério médico, o procedimento for considerado necessário. 

A lei prevê a sensibilização de profissionais de saúde por meio da capacitação e da reciclagem em relação aos novos avanços nos campos da prevenção e da detecção precoce da doença.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) indicam que, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre homens – seguido pelo câncer de pele não melanoma. Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total.

Ainda segundo o Inca, a doença é considerada um câncer da terceira idade, já que aproximadamente três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. Na fase inicial, a evolução é silenciosa.  Muitos pacientes não apresentam sintomas ou, quando apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata (dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou a noite). Já na fase avançada, o câncer de próstata pode provocar dor óssea, sintomas urinários, infecção generalizada e insuficiência renal.

A estimativa é que, neste ano, 68.800 novos casos de câncer de próstata sejam registrados no Brasil. As informações são da Agência Brasil. 


Acusado de matar mãe e filha em 'pega' é condenado a 16 anos de prisão.

Família antes do acidente (Foto: Arquivo Pessoal)

O soldado da Aeronáutica Alisson Luís dos Santos, de 24 anos, foi condenado a 16 anos de reclusão em regime fechado, em julgamento realizado nesta quarta-feira (26), no fórum de Lauro de Freitas. Ele foi considerado responsável pelo acidente que resultou na morte de Adriane Aparecida Urbano Gomes, de 41 anos, e sua filha, Dyane Dias Gonçalves, de 23, além de ter deixado gravemente ferido o seu filho Thiago Dias Gomes, atualmente com 13 anos. O caso aconteceu no bairro de Ipitanga, em 18 de dezembro de 2009.

                                                            O Acusado (Foto: Arquivo)

Contudo, Alisson terá o direito à apelação, o que significa que poderá recorrer em liberdade. À época, testemunhas informaram à polícia que o veículo estava em alta velocidade e que era ocupado por pelo menos duas pessoas, sendo uma delas um soldado da Aeronaútica. O carro era acompanhado por outros três, que também estariam participando de um "pega". Após a chegada dos policiais militares, veículo e condutor foram liberados sem que fosse cumprida a orientação básica de apreensão do carro para perícia e encaminhamento do condutor para prestar esclarecimentos na delegacia.

                                   Thiago Dias Gomes, atualmente com 13 anos (Foto: Arquivo Pessoal)
 

O caso foi denunciado pelo Ministério Público Estadual e durante as investigações foi descoberto que Alisson não possuía carteira de habilitação e que o carro que ele conduzia tinha origem "criminosa", tendo sido comprado na Ilha do Rato, por R$ 16 mil. O gerente comercial Denílson Dias Gonçalves, que perdeu a mulher e a filha na tragédia, veio da cidade de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, para acompanhar a sentença final. 

As vítimas andavam pela calçada da Rua Ibitiara, quando soldado perdeu o controle do Eco Sport, capotou o veículo e atingiu os três. Mãe e filha morreram no local, o filho sobreviveu e ficou tetraplégico. Eles eram naturais do Rio Grande do Sul e estavam na capital há oito meses, na época.

Leia mais: